domingo, outubro 2, 2022

Chuvas causam quase mil mortes no Paquistão; 342 são crianças

O governo do Paquistão declarou as inundações devastadoras uma “emergência nacional” depois que quase mil pessoas morreram e mais de 30 milhões estão sem abrigo. As chuvas de monção continuam a castigar a nação do sul da Ásia e o governo pede ajuda internacional.
Pelo menos 937 mortes já foram confirmadas desde meados de junho, incluindo 342 crianças, de acordo com a Autoridade Nacional de Gestão de Desastres (NDMA). Nesta sexta-feira (26/8), um hotel de luxo desabou por conta dos danos causados pelas chuvas.
Grandes áreas da província do Baluchistão, no sudoeste do Paquistão, permanecem submersas, trazendo de volta a memória das devastadoras inundações de 2010, quando mais de 1.600 pessoas morreram.
Informações da Al Jazeera
ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também