domingo, outubro 2, 2022

Jacobina: PSOL pede afastamento e cassação do mandato do vereador

Na tarde desta quarta-feira (8/6), o Diretório Municipal do Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) protocolou pedido de cassação do mandato do vereador Valnei dos Anjos, do PC do B, na Câmara Municipal de Jacobina. O documento é assinado por Daniel Costa Braz, presidente da legenda no município.
O vereador é acusado de quebra do decoro parlamentar após ser flagrado, por câmeras de monitoramento, agredindo a jornalista Ellen Mascarenhas, diretora de Comunicação da Prefeitura de Jacobina.
O fato aconteceu na noite do último domingo (5/7), durante o Arraiá de Santo Antônio, no Parque de Exposições, onde a jornalista estaria trabalhando na cobertura do evento.
Assista:
O caso ganhou enorme repercussão, inclusive com ampla cobertura da imprensa da capital.
No pedido protocolado hoje, além da cassação do mandato de Valnei dos Anjos, o PSOL solicita que o parlamentar seja afastado durante o processo de investigação.
“O afastamento do edil se faz essencial tendo em vista as prerrogativas da função política que o mesmo exerce e a possibilidade que venha a interferir, influenciar e ou intervir direta ou indiretamente no curso da apuração dos fatos ocorridos”, destaca o documento.
O PSOL acrescenta que, “a simples suspeição de ato de violência é motivo para apuração urgente e com todo o rigor necessário, devendo a sua coerção ter caráter exemplar, para que, seja demonstrado de forma indubitável o compromisso do Legislativo Municipal com uma sociedade sem espaço para atos misóginos e que ferem a integridade física e moral de uma mulher, bem como a integridade social de todas as mulheres do município”.
No pedido de cassação protocolado pelo presidente Daniel Costa Braz, o PSOL diz que “reforça a crença no compromisso da Câmara de Vereadores de Jacobina, de cada vereadora e vereador, com uma sociedade sem espaço para atos de violência contra a mulher e também em seu compromisso com o cumprimento das leis, não se abstendo de fazê-lo mesmo perante atos de seus pares, tendo em vista o máximo comprometimento desta casa com o povo de Jacobina, em especial com aquelas e aqueles mais vulneráveis”.
Caso a denúncia do PSOL seja aceita pelo legislativo, será formada uma comissão que vai conduzir a investigação sobre a conduta do político no caso. Ao final dos trabalhos, os membros devem apresentar o resultado e o pedido de cassação é votado na Câmara.
Fonte: Jacobina 24 Horas
ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também