quarta-feira, setembro 28, 2022

Mais de 60 alunos vão parar no hospital após comerem merenda escolar; saiba mais

Estudantes passaram mal após comerem a merenda oferecida na Escola Técnica Estadual Luiz Alves Lacerda, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, nesta quarta-feira (30). Ao todo, 60 alunos tiveram problemas de saúde por causa da intoxicação alimentar, de acordo com o governo estadual.
Os alunos com sintomas de intoxicação mais fortes foram socorridos, segundo o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Onze deles seguiram para o Hospital Mendo Sampaio, no Cabo. Segundo a unidade, todos foram liberados até o início da noite.
A escola tem 490 alunos e a merenda é elaborada e entregue por uma empresa terceirizada General Goods, segundo a Secretaria Estadual de Educação. O prato que provocou a intoxicação alimentar foi um strogonoff de frango. Os meninos relataram que “a galinha parecia que tinha areia dentro”, e “o feijão estava com cheiro e gosto ruins”.
Por meio de nota, a Secretaria de Educação e Esportes informou que “prestou os primeiros socorros aos jovens, acionou o Samu e entrou em contato com os pais e responsáveis”. Os estudantes que se sentiram mal foram liberados após autorização médica e com a presença dos pais ou responsáveis, de acordo com o estado.
Ainda segundo a nota, a Gerência Regional de Educação Metropolitana Sul também encaminhou uma equipe de nutricionistas até o local para fazer a avaliação com os estudantes e coletar as amostras da refeição para análise laboratorial.
A secretaria disse ainda que a alimentação escolar “passa por uma avaliação nutricional rigorosa antes de ser servida aos estudantes e a produção é diária”. Também informou que os alunos se submetem a aplicação de um questionário de satisfação e de aceitabilidade.
Fonte: BNews
ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também