domingo, outubro 2, 2022

Padrasto é filmado agredindo e sufocando enteado de 4 anos

Um homem está sendo investigado após ser flagrado por câmeras de um elevador agredindo o enteado, uma criança de 4 anos. O caso aconteceu em um condomínio de Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. As imagens são de fevereiro, mas só foram divulgadas nesta semana. A polícia pediu a prisão de Victor Arthur Possobom, que está foragido.
Nas imagens, o homem aparece esmurrando e sufocando a criança. A primeira gravação é da área da recepção do condomínio, onde os dois estão sentados em um sofá. O padrasto então olha ao redor e, ao perceber que ninguém está perto, bate e sufoca a criança. Ele só finaliza as agressões quando percebe a aproximação de uma pessoa.
Em um vídeo gravado pela câmera do elevador, o padrasto aparece colocando a mão na boca e no nariz da criança. Apesar de exibir nas redes sociais uma tatuagem com a palavra “família”, Victor Arthur já tem histórico de agressões a parentes. De acordo com G1, o homem já foi preso por bater na própria mãe e é acusado por agressão e cárcere pela ex-namorada, a mãe da criança agredida.
De acordo com Jéssica Jordão Carvalho, mãe da criança, as imagens só foram obtidas na última semana, até então elas estavam “desaparecidas”. Por conta disso, a investigação estava parada.
A mulher contou que também era constantemente espancada e estuprada pelo então companheiro. Ela teria, inclusive, sofrido um aborto por conta das agressões. “Ele colocava sempre a luva de boxe pra eu não ficar com tantas marcas e falava pra eu ficar parada e me batia”, disse.
Fonte: Metro 1
ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também