quarta-feira, outubro 5, 2022

Pescador desaparece após cair de canoa durante travessia para Ilha de Maré

O pescador Agnaldo das Neves, 51 anos, desapareceu após cair da própria canoa quando fazia uma travessia com um passageiro para Ilha de Maré, no subúrbio de Salvador, na noite de quarta-feira (8). A Marinha do Brasil e o Corpo de Bombeiros atuam no resgate dele.

De acordo com familiares, Agnaldo fazia a última travessia do dia com passageiros da Base Naval para Ilha de Maré. O passageiro é um comerciante da região, que tinha combinado para ele levar um material para Praia Grande, localidade de ilha de maré.

Agnaldo das Neves transportava pisos e cerâmicas na canoa, quando se sentiu mal e caiu na água. O passageiro que estava com ele e tinha comprado o material tentou ajuda-lo, mas a embarcação começou a girar no mar e ele não conseguiu mais encontra-lo.

No momento do acidente, o pescador e o passageiro passavam pelo local conhecido como “Canal”. De acordo com a prima do pescador, Marildes Neves, Agnaldo já faz a travessia há muitos anos. Ele nasceu e foi criado em Praia Grande.

Os dois saíram da Base Naval, por volta das 19h. A travessia nos barcos pequenos custa R$ 7 e dura uma média de 20 minutos.

Na manhã desta quinta (9), amigos, familiares, além das equipes dos Bombeiros e da Marinha trabalhavam na busca pelo pescador, que não foi encontrado até a última atualização desta reportagem.

Fonte: g1

ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também