domingo, outubro 2, 2022

Preso 3º envolvido na morte de bolsonarista a mando de vereador em Ibotirama

Jean Charles foi preso no dia 8 de setembro, junto com um policial militar, durante a primeira fase da Operação Petúnia (relembre aqui). Eles seguem custodiados à disposição da Justiça. A Polícia Civil cumpre oito mandados de busca e apreensão no centro da cidade e em uma aldeia indígena da região.

O homem preso nesta manhã não teve o nome divulgado, por causa da Lei de Abuso de Autoridade. No entanto, a polícia detalhou que ele é investigado como o piloto da moto usada no dia do crime. Além disso, ele também foi autuado em flagrante por posse de uma pistola.

A polícia vai fazer a perícia da arma para investigar se ela foi usada para matar Marcello. Uma espingarda e seis munições também foram apreendidas na residência do acusado. A linha principal é a do crime ter sido motivo por desentendimentos relacionados à política.

Apesar disso, também há a suspeita de outras possíveis motivações, como de disputas de terras. A diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Andréa Ribeiro, informou que outros envolvidos também serão identificados.

 

Após as duas primeiras prisões conseguimos elementos diante da análise do material apreendido, da escuta de testemunhas e oitivas, de modo a alcançar outros envolvidos no grupo criminoso. Os cumprimentos de hoje vão robustecer, ainda mais, a nossa investigação.

 

A ação conta com policiais do DHPP, da Coordenação de Operações Especiais (COE), da Polícia Federal (PF), do Departamento de Inteligência da Polícia Civil (DIP) e do Departamento de Polícia do Interior (Depin).

ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também