quarta-feira, dezembro 7, 2022

Quixabeira: Câmara discute segurança pública em audiência

A Câmara de Vereadores de Quixabeira, realizou na noite desta terça-feira(22/03), uma Audiência para tratar sobre a questão da Segurança Pública do município. Bastante representativa, a Audiência contou com as presenças do Major Samuel Miranda, Comandante da 91ª CIPM – com sede em Capim Grosso, que abrange também os municípios de Gavião, São José do Jacuípe, Mairi, Serrolândia, Várzea da Roça, Várzea do Poço e Quixabeira- além de prepostos da Polícia Militar.

A audiência foi presidida pelo vereador Rogério Lima, solicitante da mesma. Fez uso da palavra, o vice-prefeito Dinho do Piloto, representando o prefeito Reginaldo Sampaio, os vereadores Leto Sousa e Ramon Novais, a secretária de educação, Gilvanda Mendes, o secretário de saúde, Ril de Beto, o comerciante Gilson Rocha, o pároco da Igreja Católica, Pe Cícero, e a conselheira tutelar, Bianca.

Participaram também da audiência, o presidente da câmara, Alcivan Pereira, os vereadores, Vanzão, Louro, Júnior de Borges e Pequeno de Miro. Foi registrada também a presença da Guarda Municipal, comerciantes, religiosos, rádio Quixabeira FM e populares.

O camandante Major Samuel, falou da atuação da polícia militar nos municípios que compreendem a aréa de abrangência da 91ª CIPM, e da importância das parcerias com a Guarda Civil, a Gestão Municipal e a sociedade como todo.

Um dos temas mais abordados pelos presentes, foi sobre a intensificação das rondas policiais, sobretudo também nos povoados. O Proerd – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência, também fez parte do debate. Entre os oradores, todos foram unanimes quanto a eficácia do programa.

Entre outros assuntos, foi pauta de  solicitação também na reunião; a nomeação de um comandante específico para o Pelotão de Quixabeira, bem como a implantação de uma unidade da PM no distrito de Jaboticaba.

Em sua fala, o Major Samuel justificou que algumas solicitações são possíveis de atendimentos em curto prazo, entretando pontua que algumas das demandas dependerá de aumento de efetivo, quantitativo que ainda não é suficiente para o atendimento no momento.

Blog do Ril de Beto

ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também