sábado, dezembro 10, 2022

UB terá candidato próprio, mas Neto segue defendendo palanque sem presidenciável

O pré-candidato do União Brasil ao governo do estado, ACM Neto, segue evitando a nacionalização do palanque na Bahia. Presente nas comemorações da Independência, neste sábado (2), o ex-prefeito de Salvador disse considerar a liberdade do eleitorado e pluralidade partidária para a tomada de decisão nas urnas.

“Não há palavra de maior conforto para os baianos do que essa”, alegou Neto à imprensa. Segundo ele, a estratégia foi decidida há algum tempo, e visa, além do respeito mencionado, a compeensão de que “povo vai tomar sua decisão”.

O partido de Neto tem um candidato próprio ao Planalto, o presidente nacional da legenda, Luciano Bivar. Apesar disso, o político prefere não dar maior detalhes sobre a disputa pelo Executivo. 

“Houve uma decisão da executiva nacional que respalta a candidatura dele, qualquer outra decisão terá que ser discutiva no partido”, alertou, justificando que não está por dentro do assunto pois está focado nas questões relacionadas com a Bahia.

Provocado a falar sobre Ciro Gomes (PDT), que declarou um apoio “unilateral” a ele, Neto fez questão de elogiar o cearense. Segundo ele, o pedetista é “uma grande figura política”. 

“O PDT está na nossa base, ele terá palanque forte aqui na Bahia. Terá uma campanha estruturada. Creio que Ciro será o nome de consenso para a candidatura à presidência da República”, disse ACM, mantendo o mesmo discurso de neutralidade.

Fonte: BN

ULTIMAS NOTÍCIAS
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img
- Anúncio -spot_img

veja também