01 mar 2024

Criminoso de alta periculosidade é capturado pela Polícia Civil em Ourolândia após troca de informações entre Bahia e Mato Grosso

Essa manicure, dada como desaparecida, teria sido uma das vítimas do homem preso em Ourolândia
Um indivíduo de altíssima periculosidade, acusado de diversos crimes na cidade de Canarana, no Mato Grosso, foi capturado neste final de semana por policiais da 16ª Coordenadoria Regional da Polícia Civil de Jacobina, na Bahia. Luciano Gomes Pereira, de 31 anos, vulgo “Prejudicado”, teve sua prisão efetuada após uma operação conjunta entre as forças policiais da Bahia e do Mato Grosso.
Em entrevista exclusiva ao blog Jacobina 24 Horas, o Coordenador da 16ª COORPIN, Delegado Eduardo Brito, revelou que a ação foi desencadeada em resposta a um pedido de apoio da Polícia Civil de Canarana-MT. A troca de informações entre os estados foi crucial para o sucesso da operação que resultou na captura do procurado.
“Em resposta à solicitação de apoio da Polícia Civil de Canarana-MT, a equipe de investigadores da Delegacia Territorial de Jacobina, sob o comando do Delegado Titular Leonardo Virgílio, empreendeu diligências investigativas para a localização do procurado”, afirmou o Delegado Eduardo Brito. Ele detalhou que a operação envolveu observação estratégica em diversos pontos da cidade, como agências bancárias, lotéricas, restaurantes e postos de saúde.
A investigação apontou que Luciano Gomes Pereira estava em Ourolândia, o que levou à atuação conjunta das equipes de Jacobina e do investigador lotado na cidade. A prisão foi efetuada com base em um mandado judicial, e o acusado foi conduzido às autoridades para as devidas formalidades processuais.
Num desdobramento surpreendente, o Coordenador destacou que, durante a interação com a Polícia do Mato Grosso, o preso confessou mais um crime naquele estado, relacionado ao homicídio de uma manicure desaparecida. O criminoso indicou o local onde havia enterrado o corpo e revelou que foi contratado por uma quantia considerável para cometer o ato.
De acordo com informações extraoficiais fornecidas pelo Delegado, o criminoso preso teria admitido ter perpetrado mais de 50 assassinatos encomendados, incluindo o mencionado caso da manicure. O preso também é acusado de cárcere privado e torturas contra um casal de idosos em Canarana (MT), que foi libertado após denúncia anônima.
Atualmente custodiado na carceragem do Complexo Policial de Jacobina, Luciano Gomes Pereira aguarda transferência para o estado do Mato Grosso, onde enfrentará acusações por uma série de crimes que chocaram a comunidade de Canarana. A prisão desse criminoso representa uma significativa vitória na luta contra a criminalidade na região.
Fonte: Jacobina 24h
DESTAQUE
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img