01 mar 2024

Professora brasileira é encontrada morta dentro de banheira na Austrália

Uma professora brasileira de 43 anos foi encontrada morta na noite do último sábado (25) em um apartamento em Sydney, na Austrália.
A vítima foi identificada como Catiúscia Machado, e seu corpo estava dentro da banheira na residência onde ela morava. A vítima era natural da cidade de Canoas, no Rio Grande do Sul.
De acordo com Eliaide Machado, mãe da brasileira, o namorado da filha é o suspeito do crime. Identificado como Diogo de Oliveira, de 40 anos, ele foi preso pela polícia.
Segundo a mãe, o suspeito agrediu sua filha em uma discussão e, ao tentar se defender, ela caiu e bateu a cabeça na banheira. O corpo foi encontrado com gelo após vizinhos acionarem a polícia.
Catiúscia Machado vivia na Austrália desde 2022. Professora, ela tinha especialização em psicopedagogia clínica e institucional. Ela e o suspeito se conheceram há mais de um ano, no Espírito Santo. Conforme a mãe, o casal se mudou para a Austrália em março de 2022.
O Ministério das Relações Exteriores, por meio do Consulado-Geral do Brasil em Sydney, afirmou que permanece à disposição para prestar assistência consular aos familiares da brasileira.
Professora, Catiúscia Machado vivia na Austrália há pouco mais de um ano com companheiro |Reprodução/Arquivo Pessoal
Fonte: BNews
DESTAQUE
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img