19 jun 2024

Acusado de ter matado dono de loja de celular em Capim Grosso é condenado a 29 anos de prisão

Foi a julgamento nesta sexta-feira, 17 de maio no Tribunal do Júri da Comarca de Capim Grosso-BA,  o réu MATEUS GOMES DA SILVA, conhecido como (GTA), pelo homicídio que vitimou o jovem Edipo Almeida Borges, proprietário da loja Dr. Cell. O crime ocorreu no Calçadinho, Centro, Capim Grosso, em 14 de fevereiro de 2023, às 11h45min.

Mateus Gomes da Silva foi acusado nos termos do artigo 121, § 2º, incisos III e IV do Código Penal. A defesa foi conduzida pela Dra. Ludmilla Santos Rios, e a acusação pelo Dr. Davi Gallo Barouh, promotor titular da 2ª Promotoria do Tribunal do Júri da Capital.

Após a apresentação das teses de defesa e acusação os sete jurados consideram que Mateus foi o autor do crime por maioria. Assim como também foi aceito o agravante de que o memso cometeu o crime de forma cruel sem direito de defesa da vítima. A pena foi imposta em um total de 29 anos e 9 meses de reclusão.

Familiares da vítima estiveram na sessão do júri acompanhando todo o julgamento e comemoram a sentença, alegando que foi feita justiça.

Fonte: FR Notícias

 

DESTAQUE
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img