18 maio 2024

Homem volta a ser preso, suspeito de abusar de pelo menos 8 crianças no Junco de Jacobina

Nesta quinta-feira, 25 de abril de 2024, um homem de aproximadamente 45 anos foi preso pela Polícia Civil no distrito do Junco, no município de Jacobina, suspeito de abusar sexualmente de pelo menos 8 crianças.
Segundo informações, após denúncias de 7 mães no ano passado, o elemento que faz parte de uma igreja evangélica onde ocorreram os crimes, acabou sendo preso, porém, 7 meses depois acabou ganhando a liberdade.
Segundo a mãe de uma das vítimas, a justiça de Jacobina não teve suporte para atendimento com psicólogos para ouvir as crianças, sendo uma delas sendo abusada dos 9 aos 13 anos.
Após ser solto, surgiu um novo caso, uma criança teria sido abusada a partir dos 5 anos de idade acompanhada de sua mãe levou para a delegacia uma situação muito mais grave, fazendo com que a justiça emitisse um novo mandado de prisão contra o elemento.
A mãe que preferiu não se identificar, nos enviou e publicou nas redes sociais um desabafo, inclusive expondo a falta de piedade, de compaixão pelo sofrimento de todas as vítimas e famílias, por parte de mulheres membros da própria igreja, ao relatarem que “as crianças eram safadinhas e gostaram”, de serem abusadas.
Desabafo da mãe de uma das vítimas
É com imenso repugno que venho falar de um assunto muito delicado, há alguns anos surgiu o primeiro caso de abuso sexual em uma criança de 9 anos de idade, onde a criança passou para a mãe todo o caso. A mãe foi até o pastor e passou o caso onde ele ressaltou que já havia outros casos. Como sempre é muitas das vezes ninguém deu importância. O réu continuou indo para eventos e se fazendo presente em lugares com todos os desbravadores, passado um tempo casos foram surgindo e as pessoas abafando o caso por motivos ocultos da igreja. Quando os casos foram surgindo as mãe tomaram a coragem de denuncia novamente foram massacradas por “ membros” ( na qual não tem respeito nenhum para julgar, creio q alguns tem um passado tão podre que não pode se quer levantar a mão e falar, está na igreja não muda seu passado em seus atos cometido.) foram dias e noite semanas e meses, com a angustia dessas crianças, algumas desistiram de estudar e tiveram transtornos irreparáveis, só que até aqui o senhor ajudou. Até que ele foi preso, e veio o alívio por não está mais perto de um lobo em pele de cordeiro, passou alguns meses recebendo a notícia que ele seria solto por falta de psicólogos no fórum. Mas uma vez a indignação e sensação de impunidade, Deus sempre presente por q ele tarda mas não falha. Surgiu um caso esse sim, estraçalhou ainda mais o nossos corações por q ela tinha apenas 5 anos, aí sim veio a força de levar para frente a dor dessas crianças e de todos os familiares que sofrem junto.
 
Não está sendo fácil viver com toda crítica de quem deveria está ao lado, é horrível vê membros que de alguma forma era exemplo dentro da igreja abrir a boca e falar……. “ ela gostou” ela é descararadinha “ ela tá com inveja” ela é o demônio”. Pessoas não indo para igreja por q lá estava à frente quem acobertou quem foi cúmplice de abusos, foram 7 crianças que teve a coragem de denunciar, e mais de 10 que não teve a coragem por motivos próprios. Então vcs que abrem a boca para julgar se coloquem no lugar de cada criança de cada mãe e se for pesado se colocar no lugar delas, fechem a boca e não fale merda. Deus é amor e é justiça também, e espero do fundo do meu coração que ele pague por todos os toques que fez em cada um dessas crianças. Quanto a o pessoal da igreja o fim está próximo e Deus sabe do coração de cada um de vcs, e quando a vida de vcs for exemplo vc opina na vida dos outros.
Fonte: Augusto Urgente!
DESTAQUE
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img