12 jul 2024

Mulher é presa por intolerância religiosa no Sudoeste baiano

Uma mulher foi presa em flagrante acusada de intolerância religiosa em Vitória da Conquista, no Sudoeste baiano. A acusada, que não teve o nome informado, foi presa nesta quinta-feira (27). Segundo o Blog do Anderson, parceiro do Bahia Notícias, a vítima, identificada como Jamile Novaes, foi quem registrou um boletim de ocorrência. A denunciante é dona de uma loja e costureira de roupas de temática africana.

Conforme relato da mulher, que é adepta da umbanda, a acusada, que se diz evangélica, a xingou com palavras de baixo calão, afirmando que a crença da vítima era coisa de “demônio” e “diabo”. Para provar a situação, a costureira gravou vídeos, mostrando os ataques da vizinha evangélica.

Este é o sexto caso de intolerância religiosa registrado em Vitória da Conquista neste ano, de acordo com a delegada Gabriela Oliveira Teixeira Rigaud.

A acusada vai passar por uma audiência de custódia para saber se vai responder o caso em liberdade.

DESTAQUE
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img