18 maio 2024

Técnico de futebol dava promessa de carreira por nudes e sexo antes de ser condenado

Condenado a mais de 100 anos de prisão, um técnico de futebol responde por crimes sexuais praticados contra oito crianças e adolescentes na cidade de Estiva, no Sul do estado de Minas Gerais. Ele dava a promessa de que transformaria as vítimas em jogadores profissionais se elas se despissem e permitissem atos libidinosos, segundo o portal ge.
O Ministério Público destacou, na denúncia, que “por atuar como técnico de futebol, o condenado prometia às vítimas que as transformaria em jogadores profissionais desde que se despissem, permitindo os registros de imagens e a prática dos demais atos, advertindo-as, ainda, que, caso falassem sobre o ocorrido, não poderiam mais praticar o esporte”.
Segundo consta no inquérito policial, os crimes foram cometidos em outubro de 2018 e de 2020 a 2022. O réu produziu, filmou, fotografou e registrou cenas pornográficas por 28 vezes. Crimes de estupro de vulnerável foram computados contra pelo menos três vítimas, todas menores de 14 anos.
As vítimas tinham entre 8 e 14 anos de idade. O indivíduo foi preso durante operação da Polícia Federal em julho de 2022. Inicialmente, a pena foi estabelecida em 65 anos de prisão, mas passou por alteração conforme o Ministério Público de Minas Gerais recorreu da sentença.
Fonte: BNews
DESTAQUE
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img
spot_img